30 abril 2010

Novo "reforço"?


Ficou a conhecer-se esta sexta-feira o nome de mais um elemento da futura equipa técnica leonina comandada por Paulo Sérgio: o ex-jogador Nuno Valente.

Nuno Valente, de 35 anos, será adjunto do próximo treinador leonino mas não se sentará no banco.

Noticia do jornal Record

A ser verdade será mais um "reforço" para ajudar o Sporting. Mais um com passado no Sporting e no Porto...


29 abril 2010

Vida, foi à vida.


«Jogar no Sporting seria muito bom para Vida», diz empresário A Bola 03:03 - 29-04-2010
Leverkusen ganha corrida pelo croata Vida, jornal Record Quinta-Feira, 29 Abril de 2010 - 17:56

28 abril 2010

O também, rejeitado.

José Mourinho

Mais uma final para este excelente treinador português,considerado por muitos, o melhor do mundo.
Para, os menos ávidos de memória, apenas recordar, que esteve a ponto de ser treinador do Sporting, mas foi rejeitado por alguns notáveis.Talvez os mesmo que criticaram Paulo Bento e que já apontam baterias a Paulo Sérgio.

Jorge Mendes e o novo antipático...






Palavras de JEB sobre Jorge Mendes e sobre a antipatia de Costinha:

"Jorge Mendes é considerado um dos melhores empresários do Mundo e como é que era possível, assim sendo e sendo ele português, um clube como o Sporting não querer trabalhar com ele, ter boas relações com ele? Noutra vertente, o Sporting tem relações com todos os empresários, deve ser o plantel profissional mais dividido entre empresários, ouve todos, trabalha com toda a gente. Essas associações inserem-se numa campanha clara de tentar vincular o Sporting a um determinado tipo de acordos e parcerias. Aquilo que foi feito, mais uma vez, é ridículo e até, em termos de comparação com outros clubes que trabalharam de uma forma mais exclusiva e profícua, para mais com resultados, pois os nossos principais competidores trabalharam e trabalham de uma forma muito próxima, envolvendo Jorge Mendes em muitos negócios que têm sido até belíssimos para essas instituições, só pode ser brincadeira, e de mau gosto, e uma tentativa de desinformar e intoxicar os sportinguistas, pois não há qualquer razão nisso."

"De uma maneira geral, quando alguém tenta fazer um bom trabalho e defender um bocadinho o Sporting, tentam cataloga-lo e pôr-lhe uma foto. Não nego que Paulo Bento foi uma figura incontornável e deixou um trabalho indelével, mas, a determinada altura, levou também com todo o ónus de ser antipático. Se calhar, tem que haver mais gente antipática para não ser só o treinador a ter fama de ser antipático. Acima de tudo, tem de haver gente a tentar fazer um trabalho profissional e isso tem que levar alguma carga de antipatia, porque o grupo também precisa de alguma estabilidade e defesa, que passa por alguma antipatia. Mas, isso não significa que o Sporting não tenha que se virar mais para o mercado, mais para as pessoas. E vejam o esforço que foi feito esta época, em termos de aumento de emotividade. Fizeram-se coisa extraordinárias, embora os resultados tenham tapado muito essa proximidade e vontade, mas há aí um capital, e vocês têm acompanhado alguns dos meus contactos no estrangeiro e em Portugal, vêem que há um capital de simpatia e proximidade desta massa sportinguista anónima, que está aí. Vamos aproveita-la, pois, assim que os resultados o permitirem, vão voltar a fazer explodir esta massa sportinguista."

Não é de agora que defendo uma mudança de postura. Já estava na altura de deixar de sermos os "que não chateiam ninguém", temos que mostrar a nosso lado mais "feio", para ver se de uma vez por todas, nos deixam de tentar pisar e humilhar.

Até sempre.

João Morais. (foto retirada de A Bola)

Morreu Morais, o homem que deu a Taça das Taças ao Sporting, autor do célebre "Cantinho do Morais", que permitiu ao Sporting conquistar a Taça das Taças, em 1963/64, faleceu ontem ao final da noite.
À família enlutada e amigos, O Sportingsomosnos endereça as mais sentidas condolências.

27 abril 2010

Acordar!

Depois de a poeira ter assentado, depois desta mesma, ter sido levantada por uma minoria histérica, (arrisco a dizer que foi esta minoria que impediu a entrada do Mourinho) que ainda o novo treinador não viajou de Guimarães para Alvalade e já é a pior escolha e é considerado fraco, mesmo muito fraco, julgo termos que fazer uma pequena mas decerto importante reflexão sobre o estado da nação Leonina, e há que pôr o dedo na ferida.
O grande problema dos maiores críticos de JEB, foi no fundo mais que decepcionados com o quarto lugar, foi ficar atrás do rival vizinho e não acompanhar a galopante onda de contratações desde o início da época! Alguém os ouviu zurzir nos últimos quatro anos? Não, e não foi só JEB que pensou pequeno, os seus maiores críticos é que alinharam nos últimos anos nesta mentalidade de ganhar campeonatos ao rival vizinho esquecendo-se do pormenor que existem mais catorze equipas!
Mas afinal o que queremos? Queremos afinal contas seguras (pedir empréstimos ou assinar com jogadores em fim de contrato, logo normalmente com uma idade avançada), ou queremos um arriscar (bons jogadores pagam-se bem) que em caso de não retorno desportivo e consequente retorno financeiro aí sim, colocaria o Sporting em maus lençóis? Vemos a bipolar personalidade da minoria de críticos com resposta para tudo nesta mesma época, em que o Sporting entrou em contenção( empréstimo de Caicedo e entrada de Angulo), mas que em Dezembro abriu os cordões à bolsa(Pongolle, Pereira e Mendes). E qual o resultado? Nem uma, nem outra atitude agradaram!
Mais que adormecer e acordar em tons de vermelho, a minoria de críticos desta direcção tem é que se preocupar com o verde, e deixar uma mania tão Portuguesa como estúpida, que é de criticar, mesmo antes de ver o resultado seja do que for!
Também se deixam enrolar por oratórias de pessoas "especializadas" em futebol, que criticam por criticar, arrastando consigo os mais voláteis e mais distraídos Sportinguistas para o engodo, levando-os para o apetecível e divertido circo por eles montado, vindo depois com falas mansas de homens de verdade e união desportiva.
É hora de acordar Sportinguistas, é hora de reunir e não deixar que nos incitem à revolta, com a finalidade de nos agredirmos uns aos outros e de criar um mau ambiente que não nos permita abrir os olhos. E sem visão, não poderemos vislumbrar com a clarividência necessária o caminho para alcançarmos o sucesso.
Por vezes, os nossos maiores inimigos, somos nós mesmos... ACORDEM!

26 abril 2010

Aprendemos muito esta época.

Em entrevista ao jornal do clube, o jovem central diz que os leões aprenderam «muito com os erros» cometidos durante a temporada que se aproxima do seu epílogo, deixando porém a garantia de que, na próxima época, serão «muito mais competentes e consistentes». A Bola
Espero que esta temporada tenha servido, a nós adeptos, para também aprendermos bastante.
Não é assobiando os nossos jogadores e aplaudindo potenciais contratações, (que depois acabam nos nossos rivais) nem criticando por criticar que fazemos do Sporting um clube melhor.
Apelo também desde já a alguns "oposicinistas" que a partir da próxima época passem a apoiar o Sporting, que se deixem de apoiar candidatos ou potenciais candidatos e de brincar às eleições, para isso há tempo de sobra daqui a três anos, e aí estaremos, nós, os sócios do Sporting para decidirmos em consciência qual a melhor alternativa para o Sporting.
Porque acima de qualquer presidente ou de qualquer candidato a presidente existe uma entidade superior que nos une, O Sporting Clube de Portugal.

Já temos três equipas!

Na senda dos mais que prováveis treinadores, enumero-vos, caros leitores, as mais que certas contratações do Sporting para a próxima época:

Luis Aguiar
Lazzaretti
Desmaret
Andrezinho
Nuno Assis
Quaresma
Hilário
Danny
Fernando Meira
Daniel Ansaldi
Zé Castro
Geromel
Rodríguez
Evaldo
Vítor Gomes
Carlão
João Ribeiro
Marcos
Baba
Djalma
Manuel Fernandes
Maykon
Senturk
Diego Souza
Pereya
Benaglio
Cléber Santana
Di Santo

Valeri Domovchiyski


Chega-vos? Se não, não entrem em pânico, nos próximos tempos ainda vão surgir mais aquisições...

Hino ao desperdício...




Foto: Sitio oficial do Sporting Clube de Portugal

Num jogo em que o Sporting podia ter goleado, acabou com um empate.
Sendo assim, o Sporting fica a apenas um ponto de garantir em definitivo a quarta posição na liga sagres.
Cada vez mais anseio a chegada da próxima época...

25 abril 2010

Resposta

JEB em discurso directo


"É um enorme orgulho e satisfação estar aqui presente junto de gente trabalhadora, dedicada ao Sporting, pessoas que fazem mais do que aquilo que falam, justamente o que pretendo na organização do nosso clube. Vocês encarnam o espírito do lema sportinguista e se é verdade que muitas vezes nós, dirigentes, e os próprios atletas vamos ao museu Mundo Sporting em busca de inspiração, por vezes é necessário vir aqui sentir este convívio especial junto de quem está distante de Portugal para ter essa mesma inspiração."

"Eu ainda não vos dei quaisquer alegrias. Mas tenho esperança no futuro, tenho vontade de lutar ainda mais para que, em equipa, consigamos dar-vos a vitórias e alegrias que tanto merecem e engrandecer o Sporting. Eu sinto-me pequeno perante a obra de tantas outras pessoas em mais de cem anos de história do nosso clube, sou um simples sócio, mas hoje, por diversas circunstâncias sou presidente desta instituição. Estamos aqui para fazer, não para falar. Estamos aqui para construir não para destruir. O Sporting é um clube capaz de mostrar o que em Portugal se pode fazer!"

"Precisamos deste espírito depois de uma época que tanto nos prejudicou, que tanto foi marcada pelo conflito. Queremos mais, com trabalho e ambição."

Parabéns Campeão.

João Pina, Campeão europeu de judo.

23 abril 2010

E a caravana vai passando...

Estava eu por distracção num site de um dos jornais desportivos, e quando dei por mim, estava a ler um artigo de opinião (?) de Rui Santos.

Ao ler isto: “menos entendo que, no quadro dessa asfixia financeira, se contrate um jogador de rendimento nulo (Pongolle) por 6,5 milhões de euros. Quem explica a lógica desta gestão?” tive a certeza que este “senhor” não vê jogadores de futebol como seres humanos, mas sim como mercadorias. Ao ter uma falta de respeito pelo homem, RS mostra de que massa é feito. Não interessa que uma filha esteja em coma, tem é que jogar e marcar muitos golos, pois custou seis milhões e meio, tem que render! Para este tipo de observações tenho uma resposta e para a dar, vou me citar a mim mesmo: chamar fiasco a Pongolle, que está a passar uma fase delicadíssima na sua vida, é ser do mais reles que há!

Mas vindo de quem vem, que tem um programa só seu, a fazer monólogos disparatados, sempre cheio de lugares comuns e a criticar por criticar não poderia esperar grande coisa. Mas a “opinião” continua. Ora leiam: “Se Paulo Sérgio tem sido anunciado como treinador do Marítimo, ou do Nacional, ou do Olhanense, ou da Académica, ninguém ficaria surpreendido. Qualquer um destes clubes - não fora a questão sensível do pagamento de uma verba não despicienda ao Vitória para a libertação do seu técnico, com o detalhe no plano ético de se estar em fase final de competição, com os dois clubes a lutar por uma vaga na Liga Europa - seria capaz de anunciar esta contratação. A surpresa é ser o Sporting a fazê-lo…”. Depois de ler isto, fiz uma retrospectiva futebolística no que concerne a treinadores e perguntei a mim mesmo de que tipo de árvore nasceu Mourinho (se bem me lembro quando foi para o Porto veio do Bayern não foi?) e lembrei me do mestre da táctica que reinventou o futebol, mestre esse que é Jesus (que antes de treinar o Benfica treinou o Real Madrid onde conquistou dois campeonatos e uma liga dos campeões). Portanto, na óptica (?) de RS e em tom depreciativo para os clubes referidos por ele, o treinador Paulo Sérgio só tem estofo para treinar um Marítimo, um Nacional, um Olhanense ou uma Académica e só depois de ganhar um campeonato ao serviço de um clube dessas dimensões, é que Paulo Sérgio poderia aspirar a treinar um grande. Mas RS, não considera o Sporting um grande senão vejamos: “Ou estaremos já numa fase em que os próprios responsáveis leoninos aceitam a requalificação da dimensão (menor) do Sporting?” Visto isto, serve ou não serve? Decida-se meu caro. Confuso? Já nos habituou a isso.

Quanto há ética faço duas perguntas: Quantos pontos de vantagem, tem o Sporting sobre o Guimarães (isto sem contar o desempate por confronto directo, senão podemos contar mais um ponto) Eu ajudo. Sete pontos quando só estão nove em jogo. Mais: Qual o interesse do Sporting em destabilizar o Guimarães na corrida para a Europa? Mais uma patacoada sem sentido do “senhor”.

Mas o melhor estava guardado para o fim: “Com todo o respeito pelos responsáveis leoninos, contratar Paulo Sérgio até o merceeiro da minha aldeia seria capaz”.

Aqui se vê o respeito de RS tem não pelos responsáveis, mas pelo Sporting Clube de Portugal. Com este artigo depreendo o alcance dos conhecimentos de RS em gestão desportiva e recursos humanos, posso comparar esses mesmos conhecimentos aos meus em física nuclear, ou seja, não percebo patavina. Quanto ao futebol analisado por RS, e pelo que já vi em algumas semanas em que a custo o ouvi, devo lhe dizer, e com todo o respeito, que até o merceeiro da minha rua fazia melhor.

PS: Este “senhor”, só tem a ganhar com um Sporting fraco e débil. Assim poderá semana a semana denegrir a nossa imagem com a habitual enxurrada de patacoadas. Mas a culpa não é dele… . Alguém entende?!

22 abril 2010

Papagaios, Piriquitos e Abutres.

Após uma longa jornada de "bufadas", páginas no facebook, capas de jornais e petiçoes on-line, para decidir ou influenciar a escolha do próximo treinador do Sporting,o escolhido foi Paulo Sérgio.
Nao vou opinar neste momento, se é boa ou má opção, foi uma decisão ponderada da nossa direção que para o bem ou para o mal, terá de assumir todas as responsabilidades enerentes a esta escolha. Só lhe desejo os maiores sucessos.
Mas sinceramente prefiro Paulo Sérgio a um qualquer Erickson que viesse para o Sporting ganhar uma fortuna e aproveitar o sol do Algarve e as "beldades" de Portugal.
Depois de encerrado o capítulo da contratação do treinador, podemos imaginar o que será o espetáculo do mercado de verão para os lados de Alvalade.
Vai estar animado seguramente, o "bufo" estará bastante ativo, e para os pasquins será um fartote.
Mas o que mais me tem atormentado nos últimos tempos no universo do Sporting, nem têm sido os resultados, nem os jogadores que entram nem os que saem, quem é o treinadador ou quem é o roupeiro.

O que mais me tem preocupado é a praga de aves raras(Papagaios, Piriquitos e Abutres), que têm invadido Alvalade nos últimos tempos.
O mais estranho, é que estas três especies à primeira vista nada têm em comum, mas
sob um olhar mais atento podemos verificar que voam em conjunto e relacionam-se entre elas.
A espécie do papagaio caracteriza-se por, aparentar bem, "vestir" uma plumagem de finos cortes, vaidosa e de um ego enorme.
Do seu púlpito semanal, verborreia monólogos, entediantes, onde iludido pelo seu ego se deixa embrulhar num enredo de contradições, que demonstram sintomas esquizofrénicos e persecutóricos.
Berrou contra o "Bento", berrou contra tudo e contra todos, menos contra aqueles que lhe sopravam ao ouvi.
O Papagaio é também o orador do grupo, enviando mensagens e tecendo alguns comentários redigidos pelo resto do clã.
O resto do tempo passa-o, escrivinhando num pasquim e em repastos de amendoins.
A segunda espécie é o piriquito, os peões, os obreiros do bando, são aqueles que dada a sua insignificância mas grande número são utilizados pelo bando como escudeiros, "piam" o que os seus amos lhes ordenam na esperança de serem reconhecidos um dia, e continuarem a alimentar-se das sobras que caem de cima.
Intitulam-se como "da Estrela" ou "Apoio" a estes parece que nos últimos tempos lhes cortaram o pio, e como piadores bem mandados, logo acusaram o Reino do Leão.
Por último temos os Abutres, os orquestradores e líderes deste exécito, caracterizam-se pela descrição, aparecem em momentos chave e planeados, estão bem infiltrados no seio do Reino do Leão, traficam e filtram informação que beneficia os seus interesses, são uma espécie que sempre habitou o Reino do Leão, mas que pouco trabalharam em prol do mesmo.
Alguns destes "notáveis", por diversas vezes já tentaram depor o REI do Reino de Alvalade, acompanhando-o para as batalhas mas depois abandonando-o em campo aberto, para poderem assim alimentarem-se dos seus restos.
Nos últimos tempos têm andado bastante ativos, mas continuam sem revelar as suas faces, ou se assumirem publicamente contra o Rei, aguardam o momento, talvez 3 anos e aí talvez se revelem. até lá vão continuar a guerrilhar a minar e a atacar desde dentro.
Por isso caros amigos e habitantes deste Reino do Leão, temos que estar atentos, vigilantes, identificar e banir estas especies do nosso Reino, ou estão conosco e nos ajudam a levantar o Reino do Leão, ou então que voem para o outro lado.
Para bem longe, que aves raras destas não queremos cá.
Unam-se Sportinguistas, O Sporting Somos Nós.

O passo seguinte

Agora que já está encontrada a nova equipa técnica, há agora que dotar o plantel do Sporting com mais-valias, de modo a que Paulo Sérgio tenha "armas" para atacar a próxima época com confiança.
A meu ver, não necessitamos de um camião de jogadores novos, necessitamos sim de quatro, no máximo cinco jogadores para o plantel da época que se avizinha.
Temos lacunas mais que visíveis no nosso plantel e podia estar aqui a dissecar posição por posição, mas julgo não ser necessário faze-lo, porque durante esta época, infelizmente o universo Sportinguista tratava de apontar essas lacunas todas as semanas (Menos em semanas de boas vitórias, porque aí, até o Grimi
já era o melhor defesa esquerdo do mundo). Portanto, as lacunas já estão mais que identificadas.
Uma coisa é certa, pelo menos um desses jogadores tem que ter "nome" (e claro ser bom de bola!). E esse "nome" dentro da equipa é vai ter de chamar as pessoas ao estádio e não o treinador, como muita boa gente apregoa. E como se faz isso? Fácil. Ganhando.
Por isso, o passo seguinte é que vai fazer toda a diferença. Cabe à direcção fornecer a Paulo Sérgio todos os meios possíveis para que este possa desempenhar as suas funções com garantias de que não se vai meter no alto mar a bordo de uma canoa.

21 abril 2010

Palavras de Leão


"Terei muito tempo para falar para os sportinguistas, mas, e para os que possam ter algumas dúvidas pelos poucos anos de treinador ou pela minha idade, quero sossega-los, porque, desde o primeiro dia em que trabalhar para o clube, o objectivo será ganhar, vencer, ser campeão. É para isso que trabalho todos os dias e é isso que um clube dessa dimensão deseja"

"Nunca ninguém me levou a lado nenhum, nunca tive um empresário, nem enquanto jogador, mas sempre acreditei que com o trabalho os resultados aparecem. Foi tudo à base do trabalho e, para mim, 'grupo' é uma palavra mágica"

Mais: "Vou de peito aberto, nada disto me faz confusão" e "nenhum complexo de inferioridade ou temor"


Declarações de Paulo Sérgio 20/04/2010

20 abril 2010

Parece que já temos Homem.



Após vários nomes e várias "bufadas", eis o eleito, Paulo Sérgio Bento de Brito, natural de Estremoz, orientou vários clubes nacionais, Olhanense, Santa Clara, Beira-Mar, Paços de Ferreira e Guimarães.
Depois de uma temporada de sucesso ao serviço do Vitória de Guimarães, -se hoje por toda a imprensa, que será este técnico, de 42 anos de idade, o eleito pela actual direção do Sporting para conduzir os rumos do clube durante as próximas duas épocas desportivas.
Bem-Vindo, e que seja este o primeiro passo rumo ás vitórias nas próximas temporadas.

Força Postiga.

Imagem retirada de A Bola
Sporting 2- Vitória de Setúbal 1

19 abril 2010

Paz para alcançar o sucesso

Depois de uma época bastante agitada, parece que a paz regressou em definitivo ao reino do leão. Porém esta paz, que apesar de imposta é pura. Devo recordar que este ano o Sporting teve um período de paz (após o "rolar da cabeça" de Paulo Bento), mas esta paz era notoriamente uma paz "podre", era uma paz que notoriamente acabaria ao mínimo deslize (e que deslize...).
Temos que admitir: Costinha veio impor ordem no seio do balneário e com isto blindou um grupo de jogadores que até aí (e alguns por culpa própria) estavam com imagem bastante desgastada com consequências óbvias para o colectivo, ou seja, a equipa estava de rastos. Neste campo há que atribuir mérito a quem o tem. E esse mérito é de Carvalhal. Apesar de no início vermos a cada jornada que passava a diferença pontual aumentar (mais as goleadas sofridas ante os seus maiores rivais para as taças), o que é certo, é que
a ponta final de Carvalhal exceptuando o jogo contra o Benfica está de facto a empolgar. Carvalhal pôs a equipa do Sporting a fazer algo que já não se via nos últimos anos: A jogar futebol espectáculo.
Com a época em curso já no seu término e caso vença hoje, com a quarta posição assegurada, a paz em que vive o leão permite-nos respirar de alívio em relação à próxima temporada.
Jorge Mendes é segundo assim parece, "o homem" que vai dar forma ao novo Sporting. Existe o receio da dependência que o clube possa criar em relação ao empresário, mas a meu ver se o Sporting se tornar dependente de Jorge Mendes no futuro, pode querer isso dizer que as aquisições do Sporting via este empresário foram de sucesso.

Neste momento não podemos ter medo, temos de olhar para o futuro e temos que estar preparados para arriscar, para no fim alcançarmos o sucesso.
Termino como comecei: parece que a paz regressou em definitivo ao reino do leão.

18 abril 2010

Quando alguém nos dá razão

Não há registos de que Aldous Huxley tivesse particular (ou algum) interesse no futebol - nem que Bettencourt ou Costinha sejam admiradores confessos do escritor britânico que ficcionou, ao raiar dos anos 30, um Admirável Mundo Novo. Mas ele está na verdade a ser burilado em Alvalade. E não se trata do condicionamento biológico e psicológico que vingava no futuro vislumbrado por Huxley antes da II Guerra Mundial, mas de um mundo do leão efectivamente novo e, muito provavelmente, de facto admirável. Mesmo adivinhando-se já a saída de nomes emblemáticos e nucleares da actualidade, com Miguel Veloso ou João Moutinho à cabeça, o que se traduziria em perdas "irreparáveis" que seria premente... reparar, mesmo estando ainda o nome do técnico do futuro envolto em névoa sebastianista, a verdade é que ele, seja quem for, neste admirável mundo novo do leão, mais do que em qualquer outra altura, arrisca mesmo chegar ao... sucesso.

Artigo de Mário Duarte no jornal "O Jogo"

Continuar o Sportinguismo


«Os sócios do Sporting são a única forma de nos afirmarmos na sociedade. Esta é a prova da nossa militância inquestionável. Por mais que nos tentem desvirtuar e caluniar, mesmo em anos muito difíceis, vieram todos dar a vossa força», referiu Bettencourt, dirigindo-se à plateia de 1029 sócios leoninos.

O líder do clube “verde-e-branco” deixou ainda um apelo às mulheres sportinguistas. Sublinhando o seu «papel decisivo na orientação da vida das crianças», Bettencourt disse que «quando alguma sportinguista tiver a infelicidade de casar com um benfiquista, tem o dever de fazer com que o filho continue a ser sportinguista».

«Este trabalho de sapa nas famílias é fundamental», sublinhou.

Não sou advogado de defesa do Presidente do Sporting. Nem quero ser. Mas pergunto aos críticos que mais uma vez fazem ecoar as suas vozes estridentes, carregadas com espírito ofendido:
Mas como que raio, vós que dizeis ser Sportinguistas, se tornaram nisso mesmo?
Deram -vos a escolher? Se assim foi, alguém fez mal o seu trabalho e ainda bem!
Se têm filhos, ou porventura os que vireis a ter, têm ou terão liberdade de escolha? O vosso filho é benfiquista e isso é ou vai ser motivo de orgulho?
José Eduardo Bettencourt tem razão. Há que continuar a promover a militância, há que continuar formar mais e melhores Sportinguistas!

PS: Eu como Sportinguista, levo a sério o comunicado da Sporting SAD. Por isso, não tendo lido por enquanto as presumíveis declarações do Presidente do Sporting nos órgãos de comunicação oficiais do clube, deixo há atenção do leitor, que as mesmas carecem de veracidade.

17 abril 2010

Uma boa medida

Penso que o comunicado do Sporting tem todo o sentido e julgo que até peca por tardio. Já estava na altura de resguardar o grupo de trabalho, mas principalmente resguardar a imagem do clube, que a meu ver já bastante desgastada esta época. Ou seja, resguardar o Sporting.
Agora o que não compreendo (e não me peçam para compreender). É a crítica mais rápida que a própria sombra, aquela crítica que não aceita nenhuma das acções tomadas (neste caso se falam é porque falam de mais, se não falam é porque isso já não se usa nos tempos que correm, etc. e tal).
Deixo a pergunta, e agradeço a quem tenha a resposta, que a dê:
Qual a melhor estratégia para o Sporting neste momento para resguardar o clube e consequentemente o grupo de trabalho?
Na minha humilde opinião, foi uma boa medida, mas aceito que haja opiniões diferentes, agora criticar por criticar, não obrigado.

16 abril 2010

Nova Face do Leão III

Passam os dias, e ainda não sabemos quem será o novo treinador do Sporting. Estranho esse facto. Então não andava por aí um "bufo" que punha tudo cá fora? Está bem, está bem... Reformulo. Já temos treinador para a próxima época. Vejamos o nome do escolhido segundo os jornais que tudo sabem:

Manuel José
Felix Magath
Martin O'Neill
Paulo Bento
Scolari
Jesualdo Ferreira
Fernando Santos
Domingos
Manuel Machado
Ernesto Valverde
Spalletti
Steve McClaren
Advocaat
Co Adriaanse
Roy Hodgson
Mano Menezes
Abel Braga
Autuori
Trapattoni
Boloni
Peseiro
Manuel Fernandes
Inácio
Litos
António Oliveira
Carlos Carvalhal
André Villas Boas
Cajuda
Jorge Costa
Paulo Sérgio
Lito Vidigal
Paulo Sousa
Couceiro
Ulisses Morais
José Mota
Carlos Brito
Jaime Pacheco
Camacho
Koeman
Luis Aragones
Irureta
Victor Fernandez
Del Neri
Luxemburgo
Emerson Leão
Ricardo Gomes
Muricy Ramalho
Zico
Gasperini
Le Guen
Tigana
Blanc
Houllier
Puel
Pekerman
Bielsa
Ottmar Hitzfeld
Van Basten
Manuel Pellegrini
Klinsmann
Juande Ramos
Moyes
Carlos Bianchi
Rijkaard
Michael Laudrup
Prandelli

Este foi o que consegui encontrar, mas a coerência e a eficácia dos nossos jornais, parece que andam de mãos dadas nas ruas da amargura...
Afinal algo mudou. O Leão tem mesmo uma nova face.

PS: Não tarda, teremos os reforços para a próxima época. Acredito que vamos comprar no mínimo quarenta jogadores. Aguardemos pelos jornais...eles é que sabem... .

Respeito por Pongolle!


Chega! Tenho lido por aí nos blogues e jornais que jogador A foi um fiasco, que B já estava na pré-reforma, etc. Agora chamar fiasco a Pongolle, que está a passar uma fase delicadíssima na sua vida, é ser do mais reles que há!
Gostava de ver esses "heróis" que por aí aparecem, fazerem o seu trabalho com problemas do mesmo calibre que Pongolle!
Respeitem o homem! Não estamos a falar de mercadoria!
Haja respeito por Pongolle!
Força Pongolle!

Nova face do Leão II

A nossa verdade

O Benfica-Sporting deu muito que falar. E foi motivo de conversas várias por causa da posição que o Sporting assumiu no final do jogo, pugnando por aqueles que são os nossos interesses, lutando por algo que já nos penalizou noutras ocasiões e que, desta vez, alguns quiseram deixar passar incólume e sem o devido destaque.

O Sporting não pretendeu, em momento algum, transferir para outros as suas próprias responsabilidades. Mas os erros próprios -- desengane-se quem pensa que vai ser diferente... -- são para ser debatidos no interior do balneário e não nos fóruns públicos, o que tanto agradaria a certos senhores. Mais. O Sporting não atribuiu a responsabilidade total pelo desfecho do jogo ao árbitro João Ferreira. E lances houve que teriam merecido justa contestação da nossa parte. O Sporting pugnou, apenas, pela VERDADE DESPORTIVA, pedindo isenção e respeito na análise a um lance que acabou por ser determinante e que teve influência decisiva no desenrolar do jogo. Um lance que, estivemos atentos, passou despercebido a alguns analistas, sabe-se lá porque motivos... Ou melhor, por motivos que todos conhecemos mas que não deixaremos cair no esquecimento.

O Sporting pode até estar longe dos seus objectivos. E cá estaremos nós para fazer a devida introspecção. Mas o Sporting não se desviará nunca dos seus princípios. Por esse motivo, e porque A NOSSA VERDADE passa para a Opinião Pública deturpada pela pena de quem, na maioria dos casos, só quer (escre)ver o que lhe interessa, decidimos resguardar o grupo de trabalho até final da temporada, limitando o acesso à informação a estes espaços que são da nossa responsabilidade (o jornal e o site, órgãos oficiais do clube) e aos 15 minutos de treino, mais as habituais conferências antes e depois dos jogos (a não ser que, por qualquer motivo, tenhamos de alterar este procedimento). Os jogadores do Sporting não deixarão, contudo, de participar em iniciativas de cariz solidário ou outro, uma vez que a vertente social estará sempre entre as nossas prioridades.

Uma nota final para dizer aos sportinguistas que podem ficar tranquilos depois desta época difícil. Estamos a trabalhar no futuro. Em prol do Sporting. Mas dentro de casa. Longe das coscuvilhices...

Comunicado da Sporting SAD no site oficial do Clube

15 abril 2010

Palavras de sábio.

Quando, agora surgem movimentos para colocar Manuel Fernandes como treinador do Sporting, talvez alguns iluminados, devessem ter atenção às palavras do mesmo, e não irem a reboque de uma qualquer agenda "obscura" eleitoralista.

“É verdade que, em quatro anos, os sportinguistas gostavam de ter um título, mas não se pode ter tudo. Para resolver alguns aspectos financeiros tem de prescindir de alguma coisa. Ganhar umas taças, valorizar jogadores e fazer dinheiro com sucessivas presenças na Liga dos Campeões acho que é um bom balanço.”“ Mas há uma pessoa cuja saída me deixa um travo amargo: Miguel Ribeiro Teles. Nos seis meses em que estive no Sporting foi a única pessoa a quem reconheci condições para liderar o clube. Para o futuro, seria fundamental manter Ribeiro Teles e Paulo Bento.”
Manuel Fernandes, antiga glória do Sporting,em entrevista a “Record”, 10-05-2009

Nova face do Leão


"Parabéns aos adeptos do Sporting. Espero que façam a análise do jogo a partir do lance no início da segunda parte. Com o jogo parado, o Luisão vê cartão amarelo; gostaria que comparassem com a expulsão do João Pereira no jogo com o Benfica e a do Izmailov com o Rio Ave. Gostariam que o fizessem de forma cuidada. Há lances que marcam jogos e exigia que houvesse mais respeito pelo Sporting, o Sporting está farto de ser prejudicado."

Costinha - Conferencia de Imprensa 13/04/2010

Costinha tem razão. O Sporting mais uma vez foi prejudicado. Não ponho em causa a paupérrima segunda parte do Sporting, mas que com o Benfica reduzido a dez elementos a história do jogo podia ter sido outra, ninguém tenha a menor das dúvidas.
Mas o que realmente tiro desta declaração é a nova cara do Sporting. Deixamos definitivamente de ser apenas bons rapazes e passamos a ter uma postura mais agressiva, uma postura de firmeza na qual mostramos que já não somos "os coitadinhos", e a certeza que a partir de agora não seremos o alvo preferencial de uma comunicação social, que este ano se deliciou com a nossa queda, com o nosso azar (sim, também o tivemos), em suma, com a depressão que tomou conta do nosso clube e que o levou a ter uma época no mínimo desastrosa.
Gosto desta atitude, gosto da firmeza e tenho a certeza que o novo Sporting já nasceu, já está a ganhar forma e que com uma equipa mais competitiva, na próxima época, este Sporting será um caso sério.
Lembrem-se disto meus caros: Quando um leão cai, um outro se levanta!



PS: No próximo dia 5 de Maio, pelas 20h30, terá lugar no Estádio José Alvalade, o jogo de despedida do grande Iordanov.

14 abril 2010

Lá se foi o nosso campeonato.

Imagem retirada de A Bola.
Pronto, finito, Kaputt, o nosso campeonato acabou. Ganhou quem marcou. O árbitro João "Pode ser", esteve ao seu nível. Como bom sportinguista que sou, só tenho a dizer:
Roubou-nos quanto pôde.
Ah! e eu tinha avisado, que eles iam lá estar, e coincidência milagrosa, não é que estavam mesmo.
Há coisas do caneco.

Parabéns aos vencedores.
Que azia me fazem estas palavras, principalmente, para aqueles gajos,pah...

12 abril 2010

(I)legales...


Eles não é só nos túneis, na verdade eles estão por todo o lado.
"O Presidente do Benfica dá apoio expresso aos No Name Boys, claque ilegal cujos vários membros são suspeitos de tráfico de armas e droga, roubos, incêndios e agressões."fonte Diário de Notícias
Amanhã , uma claque de um determinado clube,cujo o presidente desse mesmo clube, afirma,que essa mesma claque, "Não é", repito "Não é" apoiada por esse mesmo clube. Por milagre, vão surgir todos no mesmo local,vão entoar cantos,e apresentar coreografias e apoiar um clube que pelo que diz o seu presidente não apoia essa mesma classe.
Mas eles vão lá estar, cuidado os ilegais, vão lá estar...
As autoridades deviam prender esses sujeitos, eles são Ilegais.

Contagem decrescente para o derby


Já é amanhã o último derby entre os maiores rivais de Lisboa que vai ser disputado no estádio da luz. Pode ser o jogo que pode decidir o titulo que este ano infelizmente não está a ser disputado pelo Sporting. E quando digo que pode decidir o titulo, digo-o porque olho para a tabela classificativa e vejo o Braga (com mais um jogo) a apenas três pontos do líder. Caso se verifique uma vitória do Sporting (estou convencido de que é isso que vai acontecer), a vida complicar-se-á e muito para o Benfica, dado ter ainda que se deslocar ao Dragão na penúltima ronda da Liga Sagres e caso tenha nova derrota poderá hipotecar irremediavelmente o título.
Quanto ao jogo de amanhã, espero (e acredito) que o Sporting entre forte, na tentativa de inaugurar cedo o marcador de modo a afectar o Benfica que certamente traz marcas de Liverpool.
Mas o que eu na realidade mais quero (além da vitória do Sporting, claro está), é que não haja uma terceira equipa a tirar o protagonismo às verdadeiras estrelas, que são os jogadores. Porque se o juiz fizer o seu trabalho, acredito que os jogadores só se preocuparão em fazer aquilo que melhor sabem: jogar futebol.
Espero também que nas bancadas haja festa e incentivos aos bravos onze jogadores que entrarem de início com as nossas cores.
Que seja um bom jogo e que vença o melhor! E o melhor que seja o Sporting!
Força Sporting!

11 abril 2010

Palhaçadas e palhaços


"O sonho de qualquer treinador é chegar a um grande. Claro que o comunicado do Sporting me apanhou de surpresa. Parece-me que para o Sporting já não tenho hipóteses de ir e com muita pena minha."

Esta frase pertence a André Villas-Boas, aquele que disse que era impensável sair da Académica, aquele que disse que as notícias sobre a sua ida para Alvalade eram uma palhaçada. Agora, lamenta o seu não ingresso nos Leões.

Fica o registo sr. Villas Boas, nem todos os circos têm palhaços, e os que os têm, normalmente têm dois tipos: os ricos e alegres e os pobres e tristes. Quer me é parecer que o Sporting não precisa de palhaçada muito menos de palhaços tristes, porque o que o sr. Villas Boas fez até agora, não passou de uma mera palhaçada, para castigo triste...muito triste.

10 abril 2010

Ser Sporting é (querer) ser diferente

Muito se tem falado e escrito nos últimos tempos, do consentimento do Sporting ao pedido encarnado de adiar o jogo relativo a esta jornada. E de tudo o que se tem dito e escrito, a maioria dos simpatizantes Leoninos, discordam desse mesmo adiamento do jogo para a próxima terça-feira.
Consta agora, que este acordo entre os dois emblemas, foi feito antes do jogo do Sporting contra o Atlético de Madrid, jogo esse a contar para a Liga Europa.
A ser verdade, só podemos tirar duas ilações:
A primeira é que o Sporting estava confiante que passaria para a próxima eliminatória. A segunda é que tal adiamento, iria em primeiro lugar beneficiar o Sporting, e claro, em consequência beneficiaria o Benfica.
Se ter confiança em passar há eliminatória seguinte e querer descansar para poder defrontar o Benfica em melhores condições físicas é mau, não sei o que será bom.
O problema é que o Sporting foi eliminado, e assim sendo, só o Benfica sofreu desgaste físico.Mas voltemos há primeira hipótese. O Sporting a pedido do Benfica aceitou adiar o jogo. Ao ver a chuva de críticas, pergunto: Qual é o problema? Era melhor apanhar uma equipa do Benfica mais cansada? Era. Mas já pensaram que ao não aceitar tal pedido, e quer gostem ou não, aos olhos dos nossos adversários só representa medo? Nós não temos que ter medo! Eles vão descansar? Ainda bem! Se perderem, não nos atirarão há cara a desculpa do cansaço, do desgaste, etc.
E não me preocupa se no futuro, quando os papéis estiverem invertidos, eles não aceitarem pedidos de adiamento. Se isso acontecer, só provará uma coisa: Somos e seremos melhores que eles! Por isso tenho orgulho em ser do Sporting, sou diferente! E caros leitores, não basta dizer que se é, tem de se querer ser diferente!

Absurdo

O site sportingapoio.com, que apesar de não ser o site oficial do Sporting Clube de Portugal tem mais visitas e pageviews que a página oficial do clube, foi atacado por “hackers” na tarde da passada terça-feira. O domínio foi roubado e o site mantém-se indisponível desde essa altura. O criador da página, Nuno Mourão, já apresentou queixa à Polícia Judiciária, que está a investigar o caso.

Questionado acerca de eventuais suspeitas da autoria do ataque, Nuno Mourão diz que, apesar de ter as suas suspeitas, prefere não alimentar polémicas: “tenho ouvido algumas teorias que indicam que o ataque ao site poderá ter vindo do próprio Sporting”.

“Há cerca de 15 dias, eu escrevi uma crónica para o site em que falo do perfil de um potencial candidato ao Sporting que está a ser preparado para as próximas eleições. Eu sei que esse texto caiu muito mal em Alvalade. O primeiro ataque ao meu site foi logo no dia seguinte à publicação dessa crónica. Se há alguma ligação, ou não, eu não sei. Não ligo a teorias da conspiração”, indicou.

Recorde-se que o site sportingapoio.com nasceu há cerca de sete meses, por ocasião das mais recentes eleições sportinguistas, que deram vitória a José Eduardo Bettencourt.

O site nasceu, porém, em apoio da figura do opositor de Bettencourt, Paulo Pereira Cristóvão, e permaneceu sempre ligado a um núcleo de pessoas consideradas como “a oposição”, nas palavras de Mourão. (ver texto completo aqui)

Por tudo isto, o titulo do post deve elucidar os nossos leitores quanto há minha opinião.


Fonte: Público

09 abril 2010

Uma boa notícia.

Decorreu ontem, ao final da tarde, no auditório do Estádio José Alvalade, uma sessão de esclarecimento sobre o Plano de Pormenor Alvalade XXI.
Tanto os responsáveis da Câmara Municipal de Lisboa (CML) e do Sporting acreditam ser possível que a construção do desejado pavilhão multi desportivo comece já em 2011 e que a conclusão do mesmo projecto tenha lugar no final do ano seguinte.
Depois de anos de negociações entre CML e Sporting por causa de terrenos, imóveis e verbas compensatórias, a ambição de ter um pavilhão perto do Estádio José Alvalade está cada vez mais próxima de se tornar uma realidade, mas até que o sonho comece a ganhar forma uma série de etapas burocráticas têm de ser ultrapassadas.
O arquitecto do departamento de Planeamento Urbano da CML, Eduardo Campelo, acredita que até ao final deste ano o Plano de Pormenor completo possa ser publicado em Diário da República, para que então se possa avançar logo a seguir com a obra.
fonte O Jogo

08 abril 2010

Responsabilizar sim. criticar por criticar nunca!

A época futebolística de 2009/2010 do Sporting não está a ser a que todos os Sportinguistas desejariam pela certa, está claramente a ser uma desilusão.
É claro que a direcção é responsável pelo fracasso desta época, e nunca foi intenção do Sporting Somos Nós, tentar sequer desresponsabilizar essa mesma direcção dos erros cometidos( já o dissemos na parte final desta postagem) que não permitiu uma época de êxitos desportivos.
Agora, se aliarmos as dificuldades herdadas de anteriores direcções, com constantes ataques e pressões, vindas não do exterior mas sim do interior, convenhamos que não facilita em nada para que se possa realizar um bom trabalho. Colocamos duas questões:
1ª- Que patrão leva a bom porto a sua empresa, se está constantemente a ver o seu trabalho minado por alguns dos seus funcionários, com a agravante de não saber quem na realidade eles são?
2ª - Que empresa tem êxito quando tem um presidente eleito pela maioria dos accionistas,que é criticado por falar,por não falar, por actuar, por não actuar, por contratar, por não contratar, etc. , e meses depois já existem movimentações de bastidores para daqui a três anos colocar outro presidente?
É isto estabilidade? É assim que o actual presidente ( e volto a afirmar: Sim é ele o responsável pela má época) tem condições para desempenhar correctamente as suas funções?
Sim, nós responsabilizamos Eduardo Bettencourt, mas não caímos no facilitismo da critica destrutiva, porque não somos movidos por interesses, somos movidos pela grandeza do Sporting.
E só um Sporting unido poderá mostrar como, e porque é grande.

Esforço, Dedicação, Devoção e Glória. Eis o Sporting!


PS: Foi com tristeza, que vi um comentário meu no Blogue Leão da Estrela censurado. A nossa morada colocada no fim do comentário foi propositadamente apagada pelo dono do blogue.
Para mostrar que não existimos para dividir mas sim para unir, vai ser colocado no Sporting Somos Nós, uma porta de acesso ao Leão da Estrela. Mais um, a juntar aos muitos blogues do nosso Sporting.

07 abril 2010

Como "Bufa" o Bufo.

"Paul Le Guen no topo da lista." Correio da Manhã.

"TIGANA É MUITO BOM." Correio da Manhã

"Paulo Sérgio é opção lusa." O Jogo

"Costinha prefere um treinador estrangeiro, mais concretamente da escola francesa ou holandesa. Neste contexto, Paul le Guen, Jean Tigana, Gerard Houllier ou Co Adriaanse ganham vantagem." Record

"Entre o lote de treinadores nacionais há um nome que é bem-visto em Alvalade: Domingos Paciência." Record

"No que toca a treinadores estrangeiros, para além dos técnicos franceses e do holandês ex-FC Porto, também Steve Mclaren e Scolari foram falados." Record

"Domingos e Puel são os preferidos." A Bola

Uma vaga de (a)fundo!

"A oposição será sempre popular; é o prato servido à multidão que não logra participar no banquete. Joaquim Nabuco"

Os últimos tempos da vida do Sporting não têm sido nada fáceis.
O clube vive uma instabilidade constante, atravessa uma crise existencial, somos alvos de chacota por parte dos nossos adversários, somos o tratados com desprezo pela imprensa, vive-mos uma temporada difícil para quem sente Sporting.
Depois de um início de temporada marcado por um processo eleitoral, que decorreu com a maior das normalidades e cordialidade, entre José Eduardo Bettencourt e Paulo Pereira Cristóvão, tendo sido este último derrotado por um resultado bastante esclarecedor.
Após este processo seria de esperar que JEB tivesse reunidas todas as condições para um mandato tranquilo de unificação e estabilidade.
Mas desenganem-se aqueles que assim pensam, por estranho que pareça o que se passou foi exactamente o oposto.
O circo começou a ser logo montado, após o processo eleitoral, o inimigo esse, o pior que se pode desejar, um inimigo falso, cínico, recorrendo a tácticas de guerrilha, de ataque e fuga, um inimigo sem rosto, um inimigo que veste as mesmas cores, um inimigo interno.
Todos recordamos o "Wilson o assobiador", que depois do Sporting se qualificar na primeira eliminatória da champions foi para o aeroporto esperar a comitiva do Sporting para os assobiar, quem o incentivou, quem o terá mandado?
Certamente também recordam o ambiente infernal que alguns adeptos criavam à própria equipa do Sporting, em Alvalade.
Nunca no podemos esquecer que os mesmo que assobiavam Rui Patrício, João Moutinho, Miguel Veloso, eram os mesmo que aplaudiam de pé Ruben Micael.
Para acalmar as hostes desta oposição sem rosto, José Eduardo Bettencourt não teve outra alternativa senão colocar no cargo de director desportivo, o popular Ricardo Sá Pinto, querido por alguns "notáveis" e idolatrado pelas claques.
Seguramente todos recordamos da sua passagem pelo Sporting, não conseguiu contratar André Villas Boas, não conseguiu contratar Ruben Micael e ainda entrou em confronto físico com um dos activos mais valiosos do plantel. Saiu pela porta pequena mantendo a sua imagem de marca que tanto agrada, a alguns sectores dos Sporting, a imagem de "infant terrible".
Esta oposição de que vos falo sem rosto e sem memória, fala sobre um anonimato encapotado, alimenta boatos, especula, ataca, denigre a imagem do Sporting. Podemos encontrar aqui, um reflexo daquilo em que se tornou o Sporting depois das últimas eleições, onde esta oposição sofreu uma escandalosa derrota, onde as soluções apresentadas para o futuro do Sporting foram Erickson, Nedved e Juninho Pernambucano, parece ainda não ter percebido que os Sportinguistas não os querem à frente do Sporting.
Estes "terroristas", têm ao longo destes últimos tempos tentado de todas as formas destruir aquilo que outros tentam construir.
A voz desta oposição sem carácter, sem ideias e sem perfil, late através de um dos blogues mais lidos do universo Sportinguistas e de um site propagandista onde se emitem opiniões e se ataca tudo que se faz no Sporting, mas onde soluções não se apresentam.
O Sporting neste momento necessita estabilidade, solidariedade e união, não necessita de uma oposição terrorista de vagas de fundo a 3 anos de eleições, não necessita de notáveis do croquete parasitas num conselho leonino.
O candidato que encabeçou a lista desta oposição guerrilheira, nas últimas eleições, hoje ocupa um lugar num programa das manhãs da estação de Carnaxide, e agora pergunto-me não teria este senhor sede de protagonismo mediático.
Adeptos, simpatizantes, sócios do Sporting temos de estar vigilantes, anda por aí uma vaga de (a)fundo, que quer tomar conta do Sporting promover-se e alcançar um púlpito mediático.
Temos que ser ponderados nas nossas atitudes, não nos podemos deixar enganar por manobras de diversão, este próximo ano terá que ser um ano especial, um ano onde nós verdadeiros sportinguistas sem interesses de poder nem protagonismo, vamos apoiar incondicionalmente o nosso Sporting os nossos jogadores a nossa direcção
Espero que de hoje para o futuro tenhamos sempre presente esta época que agora se aproxima do fim, uma equipa que sempre que foi apoiada conseguiu bons resultados, e que quando foi assobiada se deprimiu.
O grande sucesso do Benfica este ano deve-se em grande parte ao apoio incondicional dos seus adeptos.
Pelo contrário passamos a vida a criticar, a criar vagas de fundo a 3 anos das próximas eleições tudo isto só nos distraiu daquele que deve ser o nosso único e sempre presente objectivo, a Vitória.
blogues do mundo Sporting, que só se limitam a criticar, mais parece que quem os escreve são os nossos adversários.
Sportinguistas, vamos apoiar, vamos viver o Sporting, o Sporting somos nós.

06 abril 2010

O que o era, antes mesmo de o ser...


Afinal, O Sporting não irá ter como treinador na próxima época André Villas Boas. Através de um comunicado, o Sporting conseguiu deitar por terra a mais que certa contratação de Villas Boas, noticiada (e gabada por um jornal) desde a saída de Paulo Bento!
Não podemos dizer com toda a certeza que Villas Boas seria bom ou mau, mas podemos avaliar Villas Boas pelo trabalho desenvolvido na Académica e, na realidade, não está a ser propriamente brilhante.
Agora nos jornais, vão voltar a chover nomes de futuros treinadores uns mais mediáticos, outros menos mediáticos. A única coisa que me importa é que o futuro treinador, seja ele qual for, tenha grande ambição, que imponha disciplina e que nos leve ao único objectivo que nos move: Ganhar!
Pois, o Sporting mostrou, que não contrata treinadores e jogadores feitos por jornais e demais jornalistas. O Sporting mais uma vez, mostrou a sua nova face. Uma face profissional, competente, que não cederá a pressões vindas de uma qualquer comunicação social que especialmente este ano , tudo tem feito para criar instabilidade e desacreditar o Sporting.
O Sporting mostrou à comunicação social que é ela que tem que andar "a reboque", não o inverso. Não são os jornais que fazem o Sporting ganhar dinheiro, mas sim o contrário, e é isso que o Sporting está e deve continuar a fazer a esses mesmos jornais no futuro.